I Love Brides

M.Ã.E

o sinónimo de amor…
Imagem inserida no corpo do post

 

Temos por hábito dizer que “mãe só há uma” e esquecemo-nos de quão redutor isso pode soar. Na verdade, mães são muitas. São todas aquelas que nós quisermos que que sejam. São mães, mães-avós, mães-irmãs, mães-tias… São de sangue e de afinidade. Mas, no fundo, são todas de coração. A I LOVE Brides celebra sempre o amor e, por essa razão e por tantas outras, não poderíamos deixar de ser o portal de bonitas homenagens. As que se seguem são das protagonistas das edições da nossa revista, mas são, sobretudo, das mães e das filhas…

 

Imagem inserida no corpo do post

“Eu sou mãe de menina e sou mãe de um sonho que eu sonhei desde menina. Para mim ser mãe foi passar de Princesa a Rainha, foi uma bênção que me ensinou e despertou o verdadeiro significado das palavras: amor e responsabilidade. A Maria fez-me redescobrir-me, ganhar novos medos, chorar por insegurança e cansaço e mesmo assim  aprender que a minha força não tem limites, que por ela eu sou capaz de tudo, sou capaz de ser o melhor de mim e se a magoarem consigo ser o pior em sua defesa, sou um humano que consegue virar leão com o instinto de a proteger.  Hoje eu sei que quando nasce uma mãe, nasce uma heroína, daquelas que só estamos acostumados a ver em filmes!”

Raquel Jacob, 1º edição

“Ser mãe é prova da incondicionalidade do amor. De um amor que se personifica através do nosso filho. Há uma definição que Saramago tem sobre o que é ser pai e, para mim, é das melhores definições. É algo como…”Filho é um ser que nos emprestaram para um curso intensivo de como amar (…)” Como Saramago disse é um empréstimo apenas… Nós temos de cuidar deles, de educá-los, de amá-los, mas ao mesmo tempo temos de os tornar autónomos. Essa é uma das tarefas mais complicadas para uma mãe. Nós não queremos essa autonomia. Nós queremos que eles dependam de nós. Ser mãe é ser um bocadinho egoísta… Mas temos de os deixar voar só assim a nossa missão de mãe estará cumprida.”

Sara Barradas 2° edição

Imagem inserida no corpo do post
Imagem inserida no corpo do post

"Para mim a minha mãe é uma força da natureza, uma mulher guerreira e lutadora! Dizem quem tem uma mãe tem tudo e é verdade, a minha mãe é uma metade minha e não dá para viver em metades, não é?! Agradeço todos os dias por tê-la! E não há melhor palavra que a caracterize a não ser, mãe!"

Lara Silvia, 4ª edição

"A minha mãe tem pirilampos cheios de luz nos olhos... Só os vejo quando olha para mim. É amor. Faz-me sentir iluminada e protegida. Esteja eu no inverno ou na primavera de mim. Sempre! Coisa rara e maravilhosa esta, não é? Agradeço a Deus todos os dias."

Ana Bravo, 5ª edição

Imagem inserida no corpo do post
Imagem inserida no corpo do post

"Os olhos mais bonitos do mundo são os olhos da minha mãe. Principalmente porque neles está representado o amor mais puro que existe. Guerreira. Dedicada. Linda. A minha primeira amiga. Obrigada mãe por tudo!"

Bruna Martins, 6ª edição

Hoje, num dia é que se celebra a M.Ã.E nada seria mais adequado do que lhe prestar um tributo como forma de agradecer tamanho amor. E se gestos faltarem vão sempre existir palavras, as mágicas.

Amo-te Mãe!

 

Texto: Ana Carneiro