I Love Brides

I LOVE Blog

Conheça a opinião de vários profissionais do universo bridal e inspire-se!

Casar em dezembro?

Porque sim?

Os meses de primavera e de verão até podem ser os meses com mais adeptos, no que diz respeito à realização de casamentos, mas se quer pertencer ao grupo daqueles que querem evitar o óbvio e surpreender tudo e todos, então dezembro é o seu mês!

Já sabe que não vai ter aquelas temperaturas que dão vontade de ir à praia e que a luz solar até à hora do jantar simplesmente não vai existir... Mas quem é que precisa disso quando tem toda uma atmosfera de paz natalícia a conferir magia e fantasia ao momento?

 

 


Dezembro é o mês que nos empurra, com suave delicadeza, em direção a um futuro positivo e cheio de possibilidades, graças às constantes palavras de carinho que se ouvem e se leem por todo o lado, como “Felicidades!” e “Bom ano!”. (Conhece algum mês com mais declarações de felicidade e prosperidade do que este? Se casar em dezembro as energias positivas vão estar consigo, sempre!).

Dezembro é o mês do frio, mas também é o mês do Natal e de tudo o que isso significa: família, prendas, união, sonho!

Dezembro significa ruas iluminadas até tarde, não pelo sol, mas pela iluminação alegre e colorida dos enfeites de Natal; significa sorrisos que vão dos 9 meses aos 99 anos; significa lista de desejos e de projetos para o próximo ano; significa chaminé acesa e frio do outro lado da janela; significa histórias de encantar, chocolates (muitos!) e alegria.

 

 

E os vestidos de noiva? Simplesmente deslumbrantes! As temperaturas mais baixas ajudam a conferir um look sofisticado e distinto, permitindo a presença de mangas longas, golas, decotes fechados e acessórios incomuns – como capas, xailes e estolas. Só vantagens!

 

Valenzuela Atelier - Valero Rioja

Berta

Valenzuela Atelier - Valero Rioja

 

Apesar do frio, as flores não devem ser descartadas. Aposte em flores e plantas da época, como amores-perfeitos, tulipas e camélias, ou opte por flores anuais, como perpétuas, cravos e orquídeas.

 

Savia Bruta

O Filho da Rosa

 

Quanto ao famoso bolo de casamento, a Cakeshop sugere o branco.

Um bolo branco, em dezembro, reflete a estação, a geada das manhãs, a neve que não nos chega aqui, mas impera em grande parte do globo... – Ana, Cakeshop.

 

Cakeshop - Krystaphotos


Cakeshop - Krystaphotos

 

Saindo um pouco do lado poético da “coisa”, a verdade é que dezembro significa uma poupança bastante considerável quando falamos em tudo aquilo que um casamento implica, uma vez que os serviços e produtos relacionados com a indústria do “sim” apresentam, nesta altura, preços mais “simpáticos”.

Outra vantagem é a facilidade em conseguir obter o “sim” do espaço onde sempre sonhou casar. As igrejas e os locais para festas, nesta época do ano, costumam ter a agenda livre, não havendo muitas pré-reservas.

 

Bakewell

 

É importante realçar que, para que tudo corra conforme sonhou, deve planear o grande dia com, mais ou menos, um ano de antecedência. Desta forna, será mais fácil garantir a presença de familiares e amigos no dia do seu casamento, visto que, por vezes, dezembro significa, também, indisponibilidade dos convidados comparecerem na festa, devido à previsão de férias ou à escassa disponibilidade de tempo.

Faça as contas, pese os prós e os contras, e decida se quer seguir o exemplo de famosos, como Madonna, Brigitte Nielsen e Jada Pinkett, e casar em dezembro.

 

Pinterest

Getty Images

AP Photo - John Dolan

 

O provérbio “Boda molhada, boda abençoada” pode até tornar-se real!

Que lhe parece?

 

|  Redação: Bárbara Barbosa  |