I Love Brides

Quero casar este ano 2020!

Tudo o que precisa de saber
Imagem inserida no corpo do post

 

Chegou o momento de apoiar e promover a realização da celebração mais especial de todos os tempos – o casamento!

No passado recente, e atenta aos vários desenvolvimentos da situação atual do país e do mundo, a I LOVE Brides criou, apoiou e promoveu a iniciativa "Não anule o seu casamento, adie", uma vez que sempre acreditamos que, enquanto nação, seríamos capazes de superar a situação e, hoje, podemos dizer que foi uma aposta ganha!

Hoje, queremos ajudar os noivos a dizerem “sim”, respeitando, ao mesmo tempo, todas as normas e orientações da DGS. Assim, em parceria com a Best Events, apresentamos, agora, as linhas gerais e as principais regras que devem ser seguidas por todos aqueles que façam parte do grande dia!

 

Imagem inserida no corpo do post

 

Quantos convidados posso ter no meu casamento?

 

Não há nenhuma obrigação quanto ao número limite de convidados numa festa de casamento ou festa familiar. Devemos, sim, seguir a regra da restauração e ter, no limite, metade da capacidade para a qual o espaço do evento está licenciado.

Ou seja: se a quinta tem capacidade para 300 pessoas, a recomendação da DGS é que possa haver até 150 convidados no interior do salão.

Em abono da verdade, poderá até ocupar a lotação total do espaço, desde que haja barreiras físicas impermeáveis entre convidados não coabitantes.

A ideia de que só podemos ter 20 pessoas num casamento não passa de uma interpretação errada das orientações da DGS.

 

 

Pode haver baile na festa de casamento?

 

A resposta é simples: SIM. Pode haver a chamada pista de dança num casamento.

Aquilo que se sugere é que, sempre que possível, se opte por desenvolver o baile no exterior.

 

Sendo no interior da sala recomenda-se que:

- A pista de dança suficientemente ampla;

- Exista distanciamento social entre não coabitantes;

- A utilização de máscara entre não coabitantes;

- A utilização de máscara ou viseira e/ou distanciamento de pelo menos 2 metros entre o(s) animador(es) e os participantes na festa.

 

Bom-senso é a palavra de ordem.

 

A festa só pode durar até às 23 horas?

 

A resposta a esta pergunta é só uma: NÃO. A festa pode durar até mais tarde.

A dúvida reside numa interpretação errada do chamado “Direito de Admissão”. Ou seja: a DGS recomenda que os eventos sigam a regra da restauração e, aí sim, não é permitido (nesta fase de desconfinamento) entrar nos estabelecimentos após as 23: 00 horas.

Isso não significa que não possamos celebrar após essa hora.

 

Imagem inserida no corpo do post

 

Terei que usar máscara no casamento?

 

Vamos por partes:

 

Na igreja:

- Os noivos são as únicas pessoas para quem o uso da máscara, na entrada e permanência, não é obrigatório.

- Os pais (ou acompanhantes) que levam os noivos ao altar, por exemplo, não são obrigados a utilizar máscara na entrada, mas deverão utilizá-la durante a celebração religiosa.

- Os convidados terão que usar máscara e respeitar o distanciamento social entre não coabitantes, seguindo as normas para locais de culto.

 

Na sala do evento:

- O comportamento terá que ser o mesmo que atualmente se pratica no sector da restauração: podemos retirar a máscara quando estivermos sentados à mesa.

- Na entrada do recinto e sempre que nos levantemos é aconselhável a colocação da máscara.

 

No exterior:

- É apenas recomendado o distanciamento social entre não coabitantes.

 

Para as fotografias:

- Nada nos obriga a usar máscara. O profissional que contratam saberá como fazer o registo fotográfico, garantindo o distanciamento adequado.

 

Para os profissionais:

- Os profissionais que precisem de utilizar a voz na celebração, ou na festa, não são obrigados a usar máscara no exercício da sua função. São exemplo: celebrantes, sopranos, cantores, músicos de instrumentos de sopro.

 

Imagem inserida no corpo do post

 

Pode haver buffet no casamento?

 

As medidas atuais desaconselham aglomerados não coabitantes e pretendem evitar que os objetos sejam alvo de contacto por parte desses aglomerados.

Por isso é melhor esquecer, nesta fase da pandemia, o estilo de self-service, em que todos os alimentos estão expostos.

É recomendado que os aperitivos e buffets finais (frutas, doces e queijos) sejam servidos individualmente.

As empresas de catering saberão auxiliar os noivos, melhor do que ninguém, na prestação deste serviço.

 

Imagem inserida no corpo do post

 

Quantos convidados posso colocar em cada mesa?

 

Não há um limite, embora se aconselhe que devam manter o distanciamento entre convidados que não coabitem.

Numa mesa redonda, com 2,10m de diâmetro, por exemplo, poderão colocar duas famílias de 3 ou 4 pessoas coabitantes, mantendo a distância entre convidados que não coabitam.

Poderão optar por mesas retangulares, caso o espaço ou empresa de catering possua. Pode facilitar a atribuição de lugares e ajudar a garantir este distanciamento.

Deverão manter o distanciamento de pelo menos 2 metros entre mesas (já antes era assim).

Cabe aos noivos fazer esta gestão do protocolo de mesas (já antes era assim).

Sabemos que num casamento estamos num ambiente familiar e mais controlado, mas nunca é demais referir que deve imperar o bom senso.

A criatividade pode ajudar este protocolo, evitando que as pessoas se concentrem na procura da respectiva mesa.

Podem utilizar, por exemplo, as novas tecnologias para informar antecipadamente os convidados do seu lugar sentado, comunicando por mensagem, ou WhatsApp, a mesa de cada convidado ou família.

O Chefe de Sala, ou o Coordenador do Evento ou Wedding Planner, ou até mesmo os funcionários, poderão orientar os convidados para a respectiva mesa.

 

Imagem inserida no corpo do post

 

Relembramos os noivos que todas as regras apresentadas têm como objetivo assegurar a segurança e bem-estar de todos os envolvidos na celebração do casamento.

Garantir que o contágio não acontece é uma preocupação e responsabilidade de todos, por esse motivo a distância de segurança entre não coabitantes deve ser constante, imperando nos vários momentos e aspetos da cerimónia.

O cumprimento da etiqueta respiratória e a higiene das mãos são, também, duas das medidas que devem ser adoptadas pelos participantes.

ATENÇÃO: A situação epidemiológica altera ao longo do tempo. Não se esqueça de consultar as normas da DGS aplicáveis e atualizadas, nomeadamente a 019/2020.

A I LOVE Brides encontra-se ao seu dispor para qualquer esclarecimento extra em caso de dúvida sobre os factos apresentados. Basta enviar a sua questão para o nosso e-mail: info@ilovebrides.pt .

 

 

Planeamento: Humor ao lume e Daniela Rodrigues (Meraki Studio)  |  Local: Luz Houses  |  Decoração, catering e bolo: Humor ao lume  |  Fotografia: Daniela Rodrigues (Meraki Studio)  |  Vídeo: Pixel.i  |  Estacionário: Invite Mi Design  |  Flores: Floral Lovers  |  Cabelo e Maquilhagem: Blush Talk  |  Vestido: Conceição Leite Atelier  |  Brincos: Jaybee Jewelry  |  Casal: Diogo Marques e Catarina Rocha  |