I Love Brides

GUIA ZERO WASTE

PLANET EARTH, I LOVE YOU!
Imagem inserida no corpo do post

 

A I LOVE Brides acredita que o setor casamento pode ter um papel relevante na sustentabilidade do planeta.
Preparámos um pequeno guia Zero Waste para ajudar noivos e profissionais a juntarem-se a nós nesta missão.
Planeie o casamento com uma visão geral do seu impacto na sociedade e no meio ambiente, e seja um exemplo para o mundo.

Regra dos 5 R’s

De certeza que já ouviu falar dos 3 R’s da sustentabilidade – Reduzir, Reutilizar, Reciclar. Estas três ações básicas permitem-nos ter uma relação de harmonia com o meio ambiente, desenvolvendo o setor económico de uma forma responsável e sustentável, através de um consumo consciente. Para além destes três princípios, existem ainda mais dois comportamentos essenciais para a proteção do meio ambiente.

Reduzir: significa adquirir bens e serviços de acordo com as nossas necessidades, evitando desperdícios.

Reutilizar: significa contrariar a quantidade de objetos e materiais que deitámos ao lixo, dando-lhes uma nova utilidade.

Reciclar: significa separar o lixo orgânico do lixo reciclável (plástico, papel, vidro e metal), transformando este último em matéria-prima capaz de voltar ao ciclo produtivo.

+

Recusar: significa dizer não a produtos de que não precisamos e/ ou descartáveis, tal como amostras, folhetos, embalagens plásticas, entre outros.

Reparar: significa consertar um produto estragado, evitando comprar um novo.


Materiais Eco-Friendly

É cada vez mais importante substituir os produtos que agridem o meio ambiente por outros que contribuem para a diminuição da pegada ecológica.

Sabia que o casamento da Princesa Eugenie, em 2018, foi uma cerimónia livre de plástico? Siga o exemplo da princesa e descarte os copos e talheres descartáveis. Prefira toalhas e guardanapos em tecido, e opte por copos e louça de vidro e cerâmica.

Recuse os confetes feitos de plástico e abdique do tradicional “banho” de arroz (desperdício alimentar). Em vez disso, dê uma segunda oportunidade às folhas caídas e deixe-as fazer parte da festa!

Materiais Não-Descartáveis: significa escolher produtos com um período de utilização longo, ou seja, que podem ser usados novamente depois do primeiro uso.

Materiais Biodegradáveis: significa optar por materiais que em contacto com a terra se degradam de forma rápida, transformando-se, novamente, em terra, não aumentando o volume de lixo existente.

Pensar fora da casa

Sabia que apenas 10% da energia produzida pelas lâmpadas incandescentes e de halogéneo é utilizada para produzir luz? 90% gera só calor!
Desligue as luzes e reencontre-se com a natureza, ainda vai a tempo!

Luz Natural: significa que, para além de conseguir um casamento visualmente agradável, está, também, a contribuir para a sustentabilidade do planeta e a reduzir os custos de energia. (Caso não seja possível, opte por LEDs).

Espaços Verdes: significa promover o contacto com a natureza, ao mesmo tempo que reduz a poluição sonora, uma vez que as árvores têm a capacidade de absorver ruídos, eliminando entre 5 a 10 decibéis de som.

Imagem inserida no corpo do post   Imagem inserida no corpo do post   Imagem inserida no corpo do post

 

Outfit Ecológico

A Indústria do Petróleo até pode ser a grande vilã do meio ambiente, mas a Indústria da Moda ocupa imediatamente a segunda posição no ranking das indústrias mais poluentes do mundo.

Desde a poluição da água e do solo, até à utilização de milhões de barris de petróleo no fabrico de fibras têxtis, como o poliéster, a Indústria da Moda é uma das principais responsáveis pelo estado atual do planeta Terra.

Para se redimir, o setor têxtil tem investido em materiais que respeitam a sustentabilidade e equilibram um mundo cada vez mais desiquilibrado.

Econyl: significa apostar no nylon reprocessado e criar uma fibra infinitamente reciclável, com múltiplas possibilidades de uso, recuperando resíduos que acabariam por ter como destino os aterros e os oceanos.

Peace Silk: significa permitir que o bicho-da-seda complete o seu ciclo de vida natural (ao contrário do que acontece com o processo de seda tradicional, que ferve os casulos com a lagarta no seu interior), garantindo a não exploração de seres vivos e uma maior qualidade ambiental.

Qmonos: significa optar por uma seda inspirada nas características únicas da teia de aranha, desenvolvendo uma fibra quatro vezes mais forte que o aço, sem recurso à exploração de animais e sem depender de recursos petrolíferos.

Qmilk: significa produzir uma fibra feita a partir da caseína (proteína do leite de origem animal), que evita o uso de químicos e requer um baixo consumo de água.

Cosmética Verde

Somos aquilo que comemos, não apenas com a boca, mas, também, com a pele.

Sabia que vários produtos cosméticos são derivados do petróleo? Nem os perfumes escapam a esta realidade.

Todos os produtos têm um impacto no ambiente, mas é sempre possível diminuir a pegada ecológica a um mínimo.

Esteja atento ao mundo da cosmética e procure produtos não nocivos para a saúde humana e do planeta.

Cosmética Biológica/ Orgânica: significa escolher uma cosmética que defende um processo de produção puro, recorrendo a ingredientes sem substâncias tóxicas e que são extraídos e conservados de uma forma íntegra e responsável.

Cosmético Vegan: significa, apenas, a ausência de ingredientes de origem animal, podendo conter ingredientes sintéticos ou derivados do petróleo.

Cosmético Cruelty-Free: significa que o produto foi feito sem recorrer a comportamentos que maltratem animais ou resultem na morte dos mesmos. (A lã e o mel são bons exemplos de produtos que podem ser extraídos sem magoar os animais).

Pequenas escolhas, grandes mudanças!

Já parou para pensar na sorte que temos em viver num planeta com uma atmosfera como a nossa? A atmosfera da Terra está cheia de ar e é esse ar que nos protege contra os meteoritos que percorrem o Espaço. Para além disso, o ar funciona como uma espécie de isolante, garantindo que a Terra nunca fica demasiado fria, nem demasiado quente.

Infelizmente, a emissão de gases poluentes para a atmosfera contribui para a destruição do Ozono – um tipo de gás, presente no ar, que nos protege das radiações ultravioleta, tornando-nos cada vez mais vulneráveis ao sol.

Tenha atitudes mais sustentáveis. Não é assim tão difícil.                                                       

Fornecedores Locais: significa evitar a utilização de transportes terrestres, aéreos ou marítimos de longa distância, reduzindo a emissão de gases poluentes libertados por esses meios de transporte.

Ingredientes Sazonais: significa reduzir a pegada ecológica, assegurando a qualidade nutricional dos alimentos e respeitando o ciclo natural dos produtos.

Ingredientes Biológicos: significa optar por alimentos que não contêm substâncias tóxicas, como resíduos de pesticidas e fertilizantes químicos, promovendo práticas agrícolas que respeitam a natureza.

Produto Zero-Waste: significa escolher um produto que produz o mínimo de lixo possível, sendo, por isso, vendido a granel, sem embalagem, ou, então, com embalagem reutilizável ou biodegradável.

Presentes para os presentes

Se quer seguir a tradição e oferecer aos seus convidados um pequeno souvenir, opte por lembranças que não aumentam a quantidade de “tralha” em casa.

Seja criativo e dê a familiares e amigos um pouco de natureza! Sementes de flores, papel plantável, plantas suculentas e ervas aromáticas são excelentes apostas.

Contacte produtores locais de mel ou azeite e surpreenda os convidados com produtos regionais.

Ah! E por falar em convidados, que tal optar por convites de papel reciclado, em vez daquele ultra brilhante? O cada vez mais famoso papel semente (plantável) também é uma excelente opção. Caso queira reduzir ainda mais o desperdício, substitua o convite físico pelo digital.

Lembranças Ecológicas: significa oferecer aos seus convidados lembranças que promovem práticas ambientais, contrariando o desperdício.

Convites Ecológicos: significa contribuir para a preservação do meio ambiente, através da utilização de materiais reciclados e/ ou biodegradáveis.

E depois da festa?

Enquanto seres humanos produzimos lixo. É inevitável. Ainda assim, existem pequenos gestos capazes de alterar paradigmas e ajudar na conservação do único planeta que podemos chamar “casa”.

Não desperdice a comida que sobrou. Em vez disso, distribua-a pelos seus convidados ou, então, contacte uma instituição de solidariedade e doe.

O material/ mobiliário utilizado durante o evento ficou com defeito ou denota algum desgaste? Não o deite fora. Se não quer dar-lhe uma nova vida, dê-lhe uma nova casa. Vai ver que será uma peça útil para alguém.

Doar: significa adotar uma atitude solidária, reduzindo, ao mesmo tempo, o desperdício alimentar e a quantidade de lixo armazenada em aterros e, consequentemente, no solo.