I Love Brides

Tendências 2020 - VISI VICI

"T" de "Tendência", "T" de "TU"!
Cronista: Kika e Carla - Imagem de Destaque
Kika e Carla

Co-founders Visi Vici

Podíamos começar por falar da cor do ano… aquele azul real que a PANTONE lançou. Mas não, não vamos falar do azul. Vamos falar daquilo que falamos há anos (muitos!) – desde que começámos! E, curiosamente, parece que estes novos anos 20 vêm dizer que isto é uma tendência: Tu! Tu e o teu noivo (ou tu e a tua noiva) são a TENDÊNCIA para este ano que agora começou.

Olhar para dentro de vocês mesmos, procurar a vossa essência enquanto dupla. Os vossos gostos, as vossas vontades, os vossos desejos. Isso, sim, sempre foi, e sempre será, a única tendência que faz realmente sentido!

 

 

Se queres casar num palácio, casa num palácio (com tudo o que tens direito!).

Desejas casar vestida de princesa, com uma cauda de dez metros, flores a cobrirem o chão e quatrocentos convidados a jantarem com talheres de prata? Então faz conforme sempre desejaste!

Mas, se pelo contrário, imaginas-te de vestido fluído, no cimo de uma falésia, com o mar ao fundo, de sandália no pé, cabelo ondulado e solto, na companhia do núcleo pequeno e fechado dos vossos melhores amigos, e família qb, avança! Faz de tudo para que isso aconteça!

 

 

Contrata as pessoas certas para tornarem o TEU sonho em realidade! Quando casamos, queremos, desejamos, que seja para sempre! E, acima de tudo, merecemos ser sempre felizes!

Se o ambiente, o mood, o estilo, não for exactamente aquilo que as revistas ditam como sendo o correto, não faz mal! É o vosso casamento e ambos têm de, antes de agradar aos outros, agradar a vocês mesmos. São vocês os grandes protagonistas do dia, certo?

Claro que não podemos deixar de mencionar algo do qual não nos podemos distanciar mais. No entanto, não lhe queremos chamar “tendência”: a preocupação com o ambiente e com o planeta. Esta questão é algo que tem que estar enraizada na nossa mente, nos nossos hábitos, na nossa pele… em nós (mesmo neste dia tão importante)!

Seja qual for o mood, preocupa-te com a tua “casa” – com o teu Planeta Terra (não há Planeta B)!

 

 

Tenta não danificar, não abusar dos recursos naturais.

Faz de tudo para que não haja desperdícios. Evita os excessos. Organiza-te com a empresa que está a gerir o teu dia e não avances para mil mesas com comida que, depois, não será consumida. Coordena com uma ONG, de apoio social, e doa esses “excessos” a quem precisa.

Evita o plástico, recicla.

Usa plantas de vaso para que possam ser reutilizadas mais vezes, ou plantadas após o casamento. Faz um mix entre essas plantas, flores frescas de corte e/ou com flores desidratadas.

Usa e abusa de materiais usados, antigos, com história! E, para isso, não tens que criar um ambiente rústico e desprovido de glamour. Para nós, VISI VICI, é, e sempre foi, importante elevar o dia do casamento com elegância e sofisticação, mas só se fizer sentido para ambos!

 

 

Faz o que estiver ao teu alcance! Vais ver que vão sair ainda mais felizes deste processo!

As fotos escolhidas são de um casamento que já organizámos há algum tempo, mas que se mantém super atual nos dias que correm e que ilustra, na perfeição, tudo o que foi dito.

Obrigada Liliago por nos deixarem partilhar um dia tão vosso!

 

 

|  Fotografia: Ido Photojournalism e Cv Love  |